Moisesfernandes

EXERCICIO DIA 08/02/2013-MANHÃ…….

Gestão por Função X Gestão por Processo no meu local de trabalho-VAGNER PEREIRA DA SILVA

Características analisadas

Capacitação dos indivíduos: Voltada ao ajuste da função que desempenham / especialização (O. FUNCIONAL)
Escala de valores da organização: Comunicação e transparência no trabalho gerando clima de colaboração mútua (O.PROCESSOS)
Estrutura organizacional :Estrutura hierárquica.Departamentalização Vertical (O.FUNCIONAL)
Medidas de desempenho :Foco no desempenho de trabalhos fragmentados das áreas funcionais (O.FUNCIONAL)
Alocação de pessoas :Times de processos envolvendo diferentes perfis e habilidades (O PROCESSOS)
Autonomia operacional :Tarefas executadas sob rígida supervisão hierárquica (O.FUNCIONAL)
Avaliação de desempenho:Centrada no desempenho funcional do indivíduo (O.FUNCIONAL)
Cadeia de comando:Forte supervisão de níveis hierárquicos superpostos (O.FUNCIONAL)

RESUMO DO FILME:O Encontro de Paradigmas em "Ponto de Mutação" (Fritjof Capra)-ATIVIDADE DA MANHÃ-08/02/2013

O discurso do filme é claro: há a necessidade urgente de renovar as relações sociais, políticas e econômicas. O velho paradigma cartesiano incutido na sociedade deve ser colocado de lado, à medida que a ciência apresenta a todos a inexatidão dos fatos, a imprecisão da matéria, as incertezas do mundo quântico.

Trabalhar com as incertezas torna-se um desafio para a humanidade. Não há medidas exatas, há sim aproximações. Edgar Morin, com a Teoria da Complexidade, deixa claro o desafio lançado pelos novos conhecimentos oriundos da física quântica, dos desdobres recorrentes da Teoria da Relatividade de Einstein. Ensinar a lidar com as incertezas é o desafio a ser vencido.

Novos valores e novas formas de ver o mundo são colocados em frente aos olhos da sociedade. O diálogo desenvolvido ao longo do filme apresenta a todos as implicações de uma visão fragmentária e individualista do mundo. Questões como destruição do meio ambiente, exploração oriunda de grandes potências econômicas, consumismo desenfreado, desigualdades, preconceitos políticos e raciais são resultados de uma visão essencialista, tipológica, uma visão onde se assume que há o certo e o errado de maneira inexorável.

O paradigma newtoniano-cartesiano foi de grande serventia para a humanidade, e isso Capra deixa claro em seu discurso, refletido nos diálogos dos personagens do filme. Porém, esse paradigma apresenta-se desgastado frente aos novos adventos científicos e necessidades da complexa rede de interação social em um mundo interconectado 24 horas. Um paradigma de mais de 400 anos, que outrora serviu para libertar a humanidade de tempos difíceis, onde o obscurantismo e misticismo imperavam, foi superestimado em sua concepção. Perpetuo-se o valor cartesiano em nossa sociedade, passando pela ciência até a metodologia de ensino nas escolas e universidades. O modo fragmentário de se ver os problemas sociais, comumente encontrado nos discursos políticos, é oriundo desse paradigma.

O filme propõe, então, uma nova maneira de falar, encarar, analisar, discutir o mundo. Capra atenta para a necessidade de a humanidade enxergar os eventos de forma inter-relacionada. É a partir da inter-relação entre as diversas partes componentes da sociedade é que problemas e soluções emergem.

Ao final, Capra deixa claro que o futuro da humanidade passa pela necessidade da mudança da visão de mundo de um paradigma cartesiano/estruturalista/fragmentário para um paradigma que observa as mais diversas relações homem-sociedade e homem-natureza de maneira sistêmica, como resultado de inter-relações que se retroalimentam e interagem constantemente, mesmo que imperceptíveis em uma primeira análise superficial. Capra lança uma hipótese ambiciosa: a Teoria Gaia*. Assim, a Terra seria capaz de criar as condições necessárias para a sua própria sobrevivência, se comportando como um organismo vivo com todas as suas devidas características. O “ponto de mutação” proposto pelo autor reside nesse momento de transição entre os paradigmas newtoniano-cartesiano e emergente-sistêmico.

É possível dizer que o filme mostra-se instigante, apesar da dinâmica dos diálogos se mostrar monótona. Ainda assim, contribui de maneira significativa na introdução dos conceitos pertinentes ao paradigma emergencionista, onde o mundo é visto e analisado sobre as suas mais diversas faces. Contudo, a forma como são colocadas as ideias no filme, acabam por levar ao público – de forma sutil - à conclusão de que a ciência newtoniana-cartesiana tornou-se obsoleta, quando na verdade, todos os paradigmas científicos (estruturalismo, pós-estruturalismo e emergencionismo) pressupõem sua importância dentro de seus devidos campos. Apesar da densidade dos diálogos, a apresentação das ideias da obra literária de Capra são bem traduzidas pelo filme, deixando “tilintares” de reflexão na cabeça de quem proveitosamente aventurar-se a vê-lo.

Exercício - 3º
Data: 07/02/2013 - Manhã

Faça uma lista dos principais sistemas computadorizados que você conhece na organização em que você trabalha (ou em alguma que você conheça) e procure agrupá-los segundo as categorias apresentadas. Mesmo sem o aprofundamento teórico faça esta lista e chame-a de Lista Zero.

Resposta
Lista Zero
SGE - Sistema de Gestão Escolar (SIG - Sistema de Informação Gerencial)
Diário Eletrônico - SPT (Sistema de Processamento de Transações)
Livro de Ponto - SPT
Contabilidade Geral - SPT
Data: 06/02/2013 - Manhã

Lista Um
SPT's
Diário Eletrônico
Contabilidade geral
livro de ponto

Lista Dois
SIG
SGE - Sistema de Gestão Escolar

Lista de Informação da Minha Organização
SGE - Sistema de Gestão Escolar (SIG - Sistema de Informação Gerencial)
Diário Eletrônico - SPT (Sistema de Processamento de Transações)
Livro de Ponto - SPT
Contabilidade Geral - SPT

Classifique os sistemas em abertoXfechado, simplesXcomplexo, adaptávelXnão-adaptável, permanenteXtemporário:

  • Sistema Solar: Aberto, Complexo, Não-adaptável e Permanente.
  • Sistema de transporte: Aberto, Simples, Adaptável e Temporário

*Sistema sanguíneo: Fechado,Complexo, Não-adaptável e Permanente

  • Sistema Folha de Pagamento: Aberto, Simples, Adaptável e Temporário

Exercicios
Data: 06/02/2013 - Tarde
1) Quais são as entradas, processamento e as saídas do sistema de rastreamento de encomendas da UPS?

As entradas são as, a assinatura dos clientes, cartões de dados e o próprio faturamento da empresa.
Os processos são os dados dos clientes que são transmitidos para um computador, e rastreados por cliente, data, motorista, e outros critérios, para que haja uma entrega eficiente de pacotes aos clientes.
As saídas têm a ver com o controle dos pedidos ainda em rota, relatórios.

2) Quais são as tecnologias utilizadas?

Computadores de mão (DIAD), redes sem fio de comunicação, um computador central na UPS, tecnologia de armazenamento para os dados de entrega de pacotes, software de rastreamento de pacotes, cálculo das taxas, manutenção de contas de clientes.
O uso de DIAD, para capturar automaticamente assinaturas dos clientes.
Rastreamento de pacotes enquanto estão sendo transportados.

DIAD - Delivery Information Acquisition Device
3) Qual a relação entre essas tecnologias e a estratégia empresarial da UPS?
A relação de tudo isso é a interligação de tecnologias que de maneira continua mantém o controle nas mãos na Empresa UPS, e também dá condição ao cliente de acompanhar seu pedido enquanto ainda está em trafico.
A estratégia empresarial da UPS tem se mantido a mesma a mais de 90 anos, que é prestar um serviço de qualidade com taxas mais baixas e essa estratégia tem sido alcançada pela UPS através do investimento em tecnologia de ponta.

4) O que aconteceria se essas tecnologias não tivessem disponíveis?

Toda tecnologia investida tornou o processo mais eficiente, acredito que sem essas tecnologias o processo de trabalho da UPS, seria menos eficiente e assim demorariam mais tempo para tomarem decisões estratégicas no caso de um problema, por exemplo, prejudicando assim o faturamento da empresa.
Acredito que a UPS não seria uma empresa competitiva se não tivesse aplicado em tecnologia, pois essa tecnologia a deixa entre as maiores empresas do mundo em entrega de que se tem noticias

Prova Sistema de Informacaobold text

Moises Fernandes de Sousa

[1º] Dados os vários tipos de sistemas abaixo, identifique e relacione com seus respectivos significados:

1 - SPT 2 - SIG 3 – CRM
4 - SAD 5 - SCM 6 – ERP

(5) São sistemas voltados para gerenciamento da cadeia de suprimentos, integrando as atividades da cadeia logística interna e externa.
(1) São sistemas que atendem principalmente ao nível operacional da organização e tem ênfase na entrada de dados.
(3) São sistemas que oferecem suporte as atividades da área de marketing, ampliando o relacionamento com clientes e parceiros da organização.
(4) São sistemas que visam atender principalmente ao nível estratégico, utilizam modelos quantitativos ou não para analisar grande volume de dados.
(6) São sistemas que pretendem integrar a área de produção com os demais departamentos da organização.
(2) São sistemas que atendem principalmente ao nível gerencial ou tático da organização, tem ênfase na produção de relatórios e utilizam os dados gerados nos SPT´s.
[2º] Diferencie gestão por departamento de gestão por processos. Qual o principal foco de cada uma? Qual as vantagens da gestão por processos em relação à gestão por função?

GESTÃO POR PROCESSOS:
A gestão por processos permite compreender como as coisas são feitas, na medida em que revela problemas, estrangulamentos e ineficiências que no método tradicional não seriam identificados em tempo hábil. Esta mesma, trata-se como uma organização que busca a otimização e melhoria da cadeia de seus processos, desenvolvida para atender as necessidades das partes interessadas. Não basta fazer as coisas, elas precisam ser bem feitas, de forma integrada, medidas, avaliadas e sempre com foco no resultado final.

GESTÃO POR DEPARTAMENTO:
Na gestão por função, os processos são considerados e tratados dentro de suas especialidades, são entendidos e delimitados dentro de suas respectivas áreas. Ou seja, o processo se confunde e coincide com a função (processo funcional), na medida em que cada área entende, trata e gerencia apenas atividades que lhe são inerentes. Os funcionários acabam restritos às suas próprias funções. Sua principal característica é a quebra das vias de comunicação entre departamentos, com a criação de barreiras funcionais, que isolam áreas multidisciplinares atuantes nos mesmos processos. A proliferação de níveis hierárquicos de gestão, por sua vez, estimula a criação de barreiras hierárquicas nas quais os supervisores apenas falam com supervisores, gerentes com gerentes e diretores com seus pares.

AS VANTAGENS DA GESTÃO POR PROCESSOS EM RELAÇÃO A OUTRA:
Possui foco no trabalho, é simples e ágil para realização das atividades, permite mudanças e flexibilidades na estrutura organizacional, possibilita uma visão integrada da empresa e facilita a gestão do conhecimento e competências.

[3º] Leia atentamente o seguinte estudo de caso e responda as questões relacionadas:
ERP – Implantação do SAP no Hospital Albert Einstein
ALBERT EINSTEIN
O MAIS MODERNO HOSPITAL DA AMÉRICA LATINA OPTOU PELO SAP NetWeaver COMO UMA PLATAFORMA TECNOLÓGICA CAPAZ DE GARANTIR A EXPANSÃO DO NEGÓCIO. O GRANDE DESAFIO ERA UNIFICAR A ENTRADA DE DADOS E FAZER A MIGRAÇÃO COM CAUTELA.
Em fevereiro de 2004, a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein iniciou a busca por um software de gestão empresarial. Havia uma estrutura descentralizada, com algumas funcionalidades específicas, mas que não chegava a ser considerada uma solução de gestão adequada às necessidades de uma empresa do porte do Hospital Albert Einstein, o mais moderno complexo privado de saúde da América Latina.
O Einstein procurava uma nova postura no gerenciamento das informações, com maior disciplina nos processos, controle de resultados e definição das melhores práticas.
O antigo sistema, heterogêneo, gerava duplicidade e alguns erros, devido à necessidade de operação manual de determinados procedimentos. O que o Hospital Israelita Albert Einstein queria era padronizar, agilizar e unificar a entrada de dados, que pudessem se transformar em informação útil e acurada de negócios.
A escolha pela SAP para participar desse projeto levou em consideração, além da capacidade de suporte antes, durante e depois da implementação, a quantidade de empresas e profissionais técnicos que utilizam as soluções da SAP. Outro ponto levado em consideração foi a avaliação das funcionalidades. “Ficamos muito contentes ao perceber que seria pequena a necessidade de ajustes, e contamos em todo o processo com o suporte integral da SAP – o que prova que fizemos a escolha correta”, diz Vicente Todaro, CFO do Albert Einstein.
Rígido, porém flexível
Outro ponto fundamental para o Einstein na adoção de um ERP era flexibilidade: ao mesmo tempo em que havia necessidade de controle e melhorias, a administração do Hospital tentava ao máximo evitar um ambiente engessado. Eram necessárias regras e rotinas, mas que estivessem totalmente integradas com os procedimentos médicos. Cada processo precisava ser avaliado em sua totalidade, com simulações e testes, para garantir atendimento com excelência ao paciente do Hospital a qualquer hora, todos os dias da semana.
Esse valor da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein precisava estar presente também na área de tecnologia da informação, com uma solução de ERP organizada, precisa e ágil. Dessa forma, a escolha foi implementar o SAP ERP sob a plataforma SAP NetWeaver que, entre outras facilidades, traz a funcionalidade de integração SAP NetWeaver XI (Exchange Infrastructure) – que garantiu ao Hospital a convivência com o software de gestão empresarial. “Fomos a primeira empresa no Brasil a adotar o SAP NetWeaver”, orgulha-se Vicente Todaro.
Gerenciamento de mudança
Entretanto, toda novidade implica adaptação, ainda mais numa corporação sólida, com 50 anos de história. A Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, fundada em 1955, possui atividades de Ensino e Pesquisa, Responsabilidade Social e o Hospital, este em funcionamento há três décadas. Ao todo, são 5 mil colaboradores, dos quais 4 mil estão conectados desde junho de 2005 ao SAP NetWeaver Portal, solução adotada para unificar informações cruciais e aplicativos para dar aos usuários uma visão única que abrange toda a empresa. Hoje, 960 colaboradores têm acesso ao SAP ERP, com diversas funcionalidades implementadas, entre as quais: FI (finanças), CO (controladoria), MM (administração de material), QM (controle de qualidade), WM (gestão de depósito), SD (vendas), PM (manutenção), PS (projetos) e WF (workflow). Além disso, o Einstein utiliza o SAP NetWeaver Business Intelligence, que traz tudo o que é necessário para identificar, integrar e analisar dados de fontes heterogêneas.
Por parte dos usuários, o Diretor Executivo de TI do Einstein, Sérgio Arai, diz que houve colaboração e compreensão, resultado este derivado do cuidado na transição das soluções, que contou com um plano de gerenciamento de mudanças – mais uma das atividades realizadas pela SAP Consulting.
Também foi determinante para o sucesso da implementação das soluções SAP o comprometimento das diretorias, lembra Sérgio Arai. “Naturalmente estabeleceu-se a percepção da necessidade de mudança e as diretrizes foram repassadas às equipes”, diz. Para a camada mais alta da corporação foi apresentado um estudo de retorno de investimento (ROI), considerado adequado. E hoje todas as pessoas com acesso ao computador no Einstein têm via SAP NetWeaver Portal conhecimento de tudo o que se passa dentro da instituição, de forma instantânea, já na primeira tela exibida no monitor, logo após a autenticação do usuário.
Rastreabilidade e precisão
Hoje, todo o sistema médico está integrado à solução SAP, de forma que qualquer procedimento assistencial é lançado no SAP ERP, permitindo, por exemplo, que a fatura de uma internação hospitalar seja gerada rapidamente, a qualquer momento do dia ou da noite. Algumas operações do Hospital, porém, ficaram de fora do projeto, como o banco de sangue, que não requer gestão de estoque, explica Vicente Todaro. Além da integração com o legado, da unificação da entrada de dados, do maior controle operacional e do espírito de cooperação dos funcionários na migração, a solução SAP trouxe como benefícios a rastreabilidade e a precisão das informações.
Vicente Todaro diz que o fato de ter unificado a entrada de informações permite um ponto de corte preciso. É possível, por exemplo, procurar na solução SAP ERP um medicamento aplicado num determinado dia e hora e checar como esse serviço foi baixado no estoque e na conta do paciente. “Antes, havia uma situação de baixa do estoque não necessariamente atrelada ao faturamento”, exemplifica Todaro. Vale lembrar que o Einstein atende meio milhão de pacientes por ano, tanto no Hospital quanto nas unidades de diagnóstico e atendimento emergencial, localizadas no bairro dos Jardins e em Alphaville, na Grande São Paulo.
Prova de conceito.
O CFO do Einstein diz ter ficado impressionado com a prova de conceito, etapa de integração via SAP NetWeaver XI (Exchange Infrastructure), na qual o SAP NetWeaver foi colocado para enviar e receber informações entre o SAP ERP e o sistema de gestão hospitalar. Vicente Todaro ressalta que qualquer procedimento de internação é inserido no sistema hospitalar e passa pelo ERP, onde constam desde o pedido de material até a ordem de fatura para a conta do cliente. Trata-se de um tráfego pesado de transações, que devem estar sempre e rapidamente disponíveis, 24 horas por dia, sete dias por semana. Afinal, a taxa de ocupação do Hospital é alta, de 85%, e o movimento nas demais unidades é igualmente significativo. Somente em 2004 foram realizados 1,3 milhão de exames de diagnóstico.
Em 16 meses – de fevereiro de 2004 a junho de 2005 –, toda a rede de informação do Einstein estava interligada à plataforma tecnológica SAP NetWeaver, ao SAP ERP e outras soluções da SAP.
O prazo de implementação foi considerado de certa forma rápido pelos coordenadores do projeto diante da complexidade do processo e do excesso de zelo técnico nos testes e simulações.
Como próximos passos, está em análise a adoção da solução SAP NetWeaver Knowledge Management, uma funcionalidade de gestão do conhecimento que será mais um pilar de apoio às boas práticas de governança corporativa da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein.
[Pergunta] - Quais as modalidades de implementação de um sistema ERP? O que se pode inferir sobre o tempo de implantação de um sistema ERP? Quais são os aspectos culturais atrelados?
[Resposta_01] – A princípio é necessário escolher uma plataforma de desenvolvimento, ou seja, escolher o ambiente “framework“ que será utilizado na implementação. Em seguida, identifica-se os pontos chaves que necessitam da automatização do serviço, onde será implementado a solução. O exemplo acima foi escolhido o SAP NetWeaver. A partir desse ponto, faz-se necessário que todos os departamentos participantes no projeto entrem em harmonia e total sincronismo para que a solução seja entregue em seu respeitoso prazo que fora estipulado, adequando-se a todas as etapas de desenvolvimento, para que uma etapa predecessora não interfira no tempo de uma atividade sucessora.
[Resposta_02] - A implantação de sistemas ERP depende de vários fatores, alguns dos quais têm muita influência nos prazos de implantação. É necessário ter planejamento e controle. Podemos inferir que no planejamento teremos que definir as atividades e depois da sequência a essas atividades para que não perca os prazos. Depois, estimar os recursos de cada atividade e em seguida, estimar a duração dessas atividades. Para da continuidade ao próximo processo, que é ter controle sobre o cronograma do ERP, é preciso desenvolver um cronograma, feito isso, basta fiscalizar o cronograma para a folga total, que significa ,o inicio mais tarde das atividades subtraído ao inicio mais cedo das atividades“, não deixe que determinada atividade atrase o projeto.
[Resposta_03] – É notório que se o ERP respeitar todas as etapas no ambiente em que foi aplicado, ocorrerá uma melhora com relação ao mecanismo utilizado sem a gerência de projetos, independe de se é uma média ou grande empresa, como foi o caso do hospital Albert Einstein.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License